2 de novembro de 2009

10 comentários:

  1. tas lá!!!sim sra!ta kom um look mto nice!e a animação ta forte tb!boa sorte!tas la!!!

    ResponderEliminar
  2. Nice mano, curti, esta muito bem conseguido. abraço

    ResponderEliminar
  3. Adorei!

    Desde a animação à parte sonora passando pela mensagem transmitida está todo um trabalho mágnifico.

    Os meus parabéns e continuação de um bom trabalho.
    *****

    ResponderEliminar
  4. Sabes aquelas animações com qualidade artística mínima, com lógica sequencial inexistente, e impacto pessoal a roçar a indiferença..esta é..de facto..tudo menos isso ^.^ Exponencialmente Approved. Gosto da parte gráfica e da dinâmica entre animas-como-quando-davamos-lhe-no-tulicreme e a seriedade da mensagem e.. travellings ftw. E exclusividade na música é para ganhar pontos, muitos. Parabéns =D

    ResponderEliminar
  5. ok..
    vamos por partes. tirando o primeiro comentário que deveras precisa de uma explicação que darei daqui a nada. achei a animação bem conseguida. a nível de imagem e de conteúdo está bem. é directa, simples e fácil para que qualquer pessoa possa entender.
    é uma mensagem forte, embora como deves ter percebido pelo meu comentário inicial, não uma mensagem em que acredito... deixa-me elaborar isso, antes que me vejas como algum neo-nazi de direita ou qualquer coisa do género. não acredito nem na imigração ilegal nem na legal. penso que emigrar pelas razões que muita gente o faz está errado. é um sonho irreal.. falso. como a noção que a relva é mais verde no campo do vizinho. não o é. isso é na verdade falsa publicidade do mundo ocidental.
    vejo no entanto a mensagem que queres transmitir. é que eu não acredito em fronteiras, acredito que o mundo é e se não o é, devia ser de livre travessia para todos os seus habitantes animais (nós incluídos), acredito que não existe na realidade propriedade. é igual a roubar. alguém roubou á humanidade para que a noção de propriedade possa existir (se eu deixar de fazer sentido diz... ás vezes acontece). por isso emigração ilegal.. na verdade sou contra por outras razões. é falta de educação e a desvalorização das culturas de povos menos "fortes" economicamente que faz com que este problema existe. as pessoas, pela destruição de culturas e ideais causado pela exploração e marginalização ocidental, perdem a sua alma. perdem a noção de valor próprio, perdem a sua alma porque nós, o mundo ocidental o vemos assim. a nossa cultura, porque berra mais alto, por ter mais visibilidade mundial etc. faz com que muitos povos se vêm como inferiores.
    para combater isto há que virar esta tendência. há que mostrar a estes povos que afinal a sua existência é do mesmo valor ou em muitos casos até superior. que em vez de mono culturas exigidas pelo mundo ocidental e pelos bancos mundiais há outros caminhos que não tornam a sua existência secundária, que não desertifica o seu mundo.. que há infinitos caminhos e saídas existentes para seguir em frente com o que eles têm á sua disposição e que não é necessário atravessar meio mundo a seguir um sonho falso. porque afinal é o que estes povos fazem.
    muita desta gente pensa que a Europa, Austrália, América é um mundo populado por apenas ricos. afinal é esse o sonho falso que vendemos ao mundo. e é aqui que isto deve ser combatido. claro que ninguém gosta de fazer má publicidade ao que é seu, mas a verdade é que devíamos mostrar a verdade.
    Enfim, acho que n estou a ser claro.. preciso de escrever mais em português para poder comunicar melhor estas coisas.
    no entanto a tua animação é clara, mostra que pode haver lugar para esta gente seja onde for. não acho que vai á raiz do problema. mas pode ser que abra os olhos a algumas pessoas e as faça pensar um pouco sobre a realidade do que o mundo consumidor ocidental está a fazer ao resto do planeta com as suas tendências de violar e usar como quer e quando quer.
    bem, espero ter sido pelos menos um pouco claro.

    Qualquer coisa manda um mail. porque o que escrevi apenas toca na crosta de um assunto sobre o qual tenho pensado imenso. especialmente desde que retomei as minhas viagens. nota que existe uma diferença entre emigrar e viajar.. heheheh
    uma abraço enorme, tenho imensas saudades tua pá. espero em breve encontrar-te para conversarmos melhor sobre estes e outros assuntos.
    curto imenso o teu trabalho, sempre gostei, e este está lá ao nível ao qual me tens acostumado(?)
    não digo isto porque é teu mas porque te conheço e sei o que queres transmitir com ele. consegues isso. e ao mesmo tempo é um trabalho contido, o que é bom.
    mais uma vez, abraços
    eu

    ResponderEliminar
  6. A maneira como mostraste a mensagem ta optima. Nao é aquele clichet ou "animação de campanha", acho que fizeste muito mais que isso. E ficou ainda mais fixe com a banda sonora e a intensidade que lhe das no fim. Percebeu-se bem o que queres mostrar, principalmente c a parte da multidao q ta bue profunda.
    Adorei as cores, as mudanças da cor em certos momentos e a estetica em si.

    Parabens! hehe
    Madalena

    ResponderEliminar
  7. hey its brilliant stuff!! the second half esp.
    but got a feeling that there's a bit in the first half which is somehwat underplayed or not on par with the rest of it .. the realtionship the girl has to the tree and why she eats it could be emphasized a slight bit more..
    Love it though! and the camera tracks in some bits.. preciosa!Good work man! waiting for more...

    ResponderEliminar
  8. Muito bom Ricardo. Como alguém disse por aqui, lembra as animações que via de manhã no canal 2 da minha infância. Naive (não infantil) e nada pretensioso. Quando se "fala" de imigração é muito fácil cair em lugares comuns e teorias simplistas que, por mais bonitas que sejam, são elaboradas (ou aprendidas) no conforto do nosso sofá, das nossas certezas. A imigração não se explica (como é moda explicar tudo hoje em dia) com dissertações sobre o capitalismo, a cultura dominante, etc. É muito mais do que isso. São motivações reais, de sobrevivência, de luta pelas gerações futuras. Para não falar da fuga a conflitos bélicos e condições de probreza extrema que são permanentes ciclos viciosos. Bem mas não é isso que interessa. O teu trabalho está bem pensado, bem estruturado e é visualmente bastante tocante. Merece a tal exposição:)

    ResponderEliminar
  9. Curti do trabalho de "câmara", nota-se logo que andas a aprender muito na nossa longa metragem...:) Quando me falaste em animar as imagens que tinhas feito em aguarela não pensei que o resultado ficasse tão fixe...Deste-lhe bem...Quando for grande, quero ser como tu! :D
    Fica bem

    ResponderEliminar